Yan Copelli 

As investigações de Yan Copelli se desenrolam de modo interdisciplinar. Sejam mídias tradicionais ou digitais, suas obras abrem um campo de especulações sobre a ontologia dos objetos, trocando entre si os formatos, usos e significados comuns que artefatos decorativos e utilitários possuem na interação com os corpos a que enfeitam. De maneira geral, hibridismos, torções e a recorrência de determinadas cores e temas nos trabalhos são aspectos que aproximam reflexões sobre construções identitárias, além de marcadores de gosto.

Podemos associar sua poética, por exemplo, às metonímias que atribuem membros do corpo às partes dos objetos - pés, mãos, cabeça, pescoço. É a partir desse tipo de deslocamento semântico que Yan pode animar seus trabalhos, dar-lhes uma vida performática particular e extravagante, de poses e truques. Seus trabalhos, inclusive as pinturas, chamam para si uma condição de corpo.