As pinturas de Camile Sproesser cruzam narrativas pessoais e fantásticas a um só tempo. Em composições destacadas pela vivacidade das cores, a artista invoca a potência simbólica de animais, figuras humanas e outros signos da natureza e da cultura para abrir suas possibilidades de representação hoje.


Entre retratos e visões, o universo poético de Sproesser é satírico, lúdico e destemido. Ao beber de referências literárias e mitológicas diversas, a artista atravessa histórias do passado com as questões sociais e identitárias do feminino no tempo presente. Neste sentido, as imagens conjuradas em suas telas não estabelecem juízos objetivos sobre os temas que abordam, preferindo reverberar humores e sentidos mais próximos do instinto.